Barueri
Marcia Nunes

As 5 Linguagens de Valorização e Reconhecimento

Estou muito feliz por ter a oportunidade de falar com vocês sobre o poderoso conceito de LINGUAGENS DE VALORIZAÇÃO E RECONHECIMENTO.

O que mais faz você se sentir valorizado e amado? No mundo existem muitas línguas diferentes, o que muitas vezes dificulta a comunicação.

Além disso, mesmo quando estamos falando a mesma língua, muitas vezes, não conseguimos compreender corretamente o que o outro quer nos dizer.

Em seus muitos anos de pesquisas e aconselhamento de casais, Gary Chapman, conceituado Antropólogo americano, Doutor em Filosofia e Psicoterapeuta Familiar, percebeu que o mesmo acontece quando tentamos expressar o nosso amor. Ou seja, podemos amar sinceramente e ainda assim não somos capazes de comunicar o nosso amor de forma que o outro se sinta amado.

É como se tentássemos expressar o nosso amor em japonês para uma pessoa que só se sente amada em inglês! Portanto, ser sincero e ter boa vontade para valorizar as pessoas muitas vezes não é o suficiente.

Segundo os estudos de Gary Chapman, se quisermos comunicar o nosso sentimento de amor de forma efetiva, devemos buscar descobrir qual a principal linguagem de valorização de quem se relaciona conosco, pois temos a tendência de expressar o nosso amor da maneira como NÓS nos sentimos mais valorizados e não da forma como os outros se sentem.

Algumas pessoas se sentem mais reconhecidas e valorizadas quando recebem palavras que emitam mensagens de reforço positivo, encorajamento ou motivação. É importante salientar que as palavras em si correspondem apenas ao conteúdo literal de uma mensagem.

Algumas vezes nossas palavras dizem uma coisa, enquanto o tom de voz a­rma outra completamente diferente. Podemos, portanto, enviar mensagens dúbias ou incongruentes e isso pode fazer toda a diferença. Desta forma, cabe ao bom comunicador alinhar o seu tom de voz e a sua linguagem corporal às palavras que ele verbaliza.

Então, o que exatamente são linguagens de valorização e reconhecimento?

São as formas específicas pelas quais os indivíduos preferem ser valorizados e reconhecidos por suas contribuições. Assim como existem diferentes idiomas falados em todo o mundo, também existem vários idiomas de apreciação que ressoam com pessoas diferentes.

Gary Chapman e Paul White, em seu livro “As 5 Linguagens ​​de Valorização e Reconhecimento”, identificaram cinco linguagens primárias de valorização:

Palavras de afirmação: essa linguagem envolve expressar gratidão e elogio por meio de palavras faladas ou escritas. Atos simples como dizer “obrigado” ou fornecer um feedback específico sobre um trabalho bem-feito podem ter um impacto tremendo nas pessoas que valorizam essa forma de reconhecimento.

Tempo de qualidade: para alguns indivíduos, a maneira mais significativa de se sentir valorizado é passar um tempo dedicado com seus colegas ou supervisores. Trata-se de ouvir ativamente, envolver-se em conversas significativas e mostrar interesse genuíno em seus pensamentos e ideias.

Atos de Serviço: Esta linguagem gira em torno de tomar medidas para apoiar e ajudar os outros. Seja ajudando, oferecendo assistência em um projeto ou indo além para aliviar a carga de trabalho de alguém, os atos de serviço demonstram gratidão por meio de ações tangíveis.

Presentes: algumas pessoas se sentem mais valorizadas quando recebem presentes físicos ou símbolos de apreço. Esses presentes podem variar de pequenos símbolos de agradecimento, como notas manuscritas, cartões-presente ou itens personalizados com valor sentimental.

Toque Físico Apropriado: Embora essa linguagem possa não ser apropriada em todos os locais de trabalho, para certos indivíduos, o toque físico apropriado pode ser uma maneira poderosa de expressar apreço. Isso pode incluir um tapinha nas costas, um aperto de mão ou até mesmo um high-five para comemorar um trabalho bem feito.
Compreender e adotar essas linguagens de valorização é vital para criar uma cultura de reconhecimento em nossa vida pessoal e profissional. Ao reservar um tempo para identificar e falar os idiomas que ressoam com nossos familiares e colegas, podemos promover um sentimento de pertencimento, aumentar o engajamento e melhorar a satisfação geral em nossa vida e no trabalho.

É importante observar que cada pessoa tem suas preferências únicas, e o que funciona para um indivíduo pode não funcionar para outro. É essencial ouvir, observar e se comunicar ativamente com empatia para entender como cada pessoa deseja ser valorizada.

Incorporar essas linguagens em nossas interações diárias pode ser transformador.

Imagine um local de trabalho onde a gratidão é expressa livremente, onde os colegas se envolvem ativamente em conversas de qualidade, onde atos de serviço são reconhecidos e retribuídos, onde presentes atenciosos são trocados e onde o toque físico apropriado transmite apoio e encorajamento. Esse ambiente pode promover vínculos fortes, aprimorar o trabalho em equipe e alimentar o sucesso individual e organizacional.

Vamos abraçar o poder das linguagens de valorização e reconhecimento em nossa vida pessoal e em nossos locais de trabalho. Ao falar a linguagem do apreço que ressoa com nossos colegas, podemos criar um ambiente onde todos se sintam valorizados, motivados e reconhecidos por suas contribuições.

Lembre-se, o impacto de nossas palavras e ações pode ser imensurável, então escolhamos elevar, inspirar e apreciar uns aos outros.

Reflexão: Você conhece a sua principal linguagem de valorização e reconhecimento? Vamos conversar e através da aplicação de um Assessment (teste) você poderá reconhecer a sua principal linguagem. Me mande uma mensagem no Whatsapp.

MARCIA NUNES

Fundadora da Power Minds Brasil, trabalhou por mais de 20 anos com gestão e desenvolvimento de pessoas de equipes, em várias empresas no Brasil e no Chile. Master Analista Comportamental, Especialista em Gestão da Confiança, Trainer em Inteligência Emocional e Relacional, Comunicação não Violenta, Organização Pessoal e Palestrante. Ajudando empresários e líderes desenvolverem seus potenciais de comunicação e comportamento, para que transmitam credibilidade e confiança na gestão de suas equipes e entrega de resultados.

Tendemos enquanto seres humanos a atribuir a culpa a todo externo e raramente nos posicionamos em prol de nossos movimentos de vida, carreira e negócio. A grande tendência do mercado foi e sempre será a mudança. Esta é praticamente a única certeza que temos. E o que você enquanto empresário tem feito em prol disso? A atualização constante de novas habilidades crescerá exponencialmente. Da mesma forma como a aplicabilidade delas e dos seus conhecimentos. O seu negócio é importante, porém o que você coloca em prática é o que faz a diferença. Conte comigo nesse Jornada de Autoconhecimento.

Instagram – @powermindsbrasil e @marcianunes_oficial
Contato – Celular – (11) 99368-3149
E-mail – contato@powermindsbrasil.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.