Barueri

Viaduto de acesso ao Miguel Costa em Osasco será entregue no segundo semestre

o prefeito Rogério Lins vistoriou o andamento das obras de construção do viaduto de acesso ao Conjunto Habitacional Miguel Costa, em Quitaúna.  Quando concluída, a obra beneficiará diretamente e de imediato as 960 famílias que moram no residencial.

Nessa etapa da obra, as equipes trabalham na implantação dos pilares de sustentação do viaduto, que ligará a Rua Marechal Edgar de Oliveira ao conjunto habitacional, passando sobre a Avenida dos Autonomistas e os trilhos da CPTM. A área próxima ao empreendimento também recebe intervenções para construção de um sistema viário, que ajudará a organizar o fluxo de veículos.

“Uma obra muito esperada pelos moradores aqui do Miguel Costa, e que quando entregue irá facilitar muito o dia a dia de todos”, disse o prefeito Rogério Lins, que visitou a obra acompanhado do secretário de Habitação, Pedro Sotero.

A estrutura do viaduto, previsto ser entregue em setembro, foi projetada para suportar veículos de até 60 toneladas e a estimativa é de que passem pelo local diariamente 1.150 veículos leves, além de linha urbana de ônibus.

CONJUNTO MIGUEL COSTA 

 Entregue em 2018 pela administração municipal, o Conjunto Habitacional Miguel Costa beneficia 960 famílias. Como o residencial fica numa área ao lado do Quartel do Exército e atrás dos trilhos da CPTM, havia um impasse em relação ao acesso dos moradores.

Para que os moradores pudessem acessar seus apartamentos, foi construída uma passarela sobre os trilhos. Porém a travessia de veículos passando pelos trilhos é feita de forma muito restrita e só com autorização da CPTM. Quando o viaduto for entregue, os moradores do Miguel Costa terão livre acesso ao residencial.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

Guia Pro Pet

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: