Transportes metropolitanos participam do Janeiro Roxo

As empresas ligadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos entram na campanha do Janeiro Roxo para conscientizar a população sobre a prevenção e a importância do tratamento precoce da hanseníase. Entre os dias 26 e 28 da próxima semana, estações de trem e de metrô e terminais da EMTU vão receber ações com o objetivo de desfazer alguns mitos que cercam a doença. Parceiros da área da saúde vão distribuir folhetos com informações sobre os sintomas, orientar quem precisa de ajuda e estimular as pessoas a buscarem atendimento médico sempre que necessário.

Sobre a hanseníase – A hanseníase é uma doença infecciosa, crônica, causada por uma bactéria que afeta a pele e os nervos periféricos, em especial os dos olhos, braços, pernas, orelhas e nariz. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil ocupa a 2ª posição no mundo em maior número de casos, entre os países que diagnosticam a doença, ficando atrás somente da Índia. São 30 mil casos novos por ano, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A progressão da doença é lenta, e seu período de incubação é prolongado e pode durar anos, mas a hanseníase tem cura e, se tratada precocemente e de forma adequada, pode evitar incapacidades e sequelas.

Serviço:

Janeiro Roxo – Campanha de conscientização sobre a hanseníase

CPTM

Data: 26/01

Local: Estações Comendador Ermelino e Itaim Paulista (Linha 12-Safira)

Horário: 9h às 16h

Local: Estação Guaianases (Linha 11-Coral)

Horário: 9h às 15h

METRÔ

Data: 28/01

Local: Estações Sacomã, Vila Prudente e Tatuapé

Horário: 9h às 16h

ViaMobilidade – Linha 5-Lilás

Data: 22/01

Local: Estação Campo Limpo

Horário: 10h às 16h

ViaQuatro – Linha 4-Amarela

Data: 27/01

Local: Estação São Paulo-Morumbi

Horário: 10h às 14h

EMTU

Data: 26/01

Local: Terminal São Mateus

Horário: 9h às 12h

Data: 28/01

Local: Terminal Jabaquara

Horário: 10h às 15h

Secretaria dos Transportes Metropolitanos – A STM cuida diariamente (em tempos normais) do transporte de cerca de 10 milhões de passageiros que usam os ônibus gerenciados pela EMTU, além dos trens do Metrô, da CPTM e das linhas 4-Amarela e 5-Lilás, concedidas à iniciativa privada. A Estrada de Ferro Campos do Jordão, no interior do Estado, também é responsabilidade da STM, assim como o Parque Capivari, igualmente em Campos do Jordão e concedido à iniciativa privada.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: