Teleatendimento da Saúde Mental de Barueri realizou mais de 4.500 consultas

Em meados de abril a equipe de Saúde Mental de Barueri, ligada à Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (Cabs), iniciou o serviço de teleatendimento psicológico a pacientes da rede, pessoas em isolamento por coronavírus e também a profissionais da Saúde. Dois meses depois, mais de 4.500 atendimentos já foram prestados.

Até o dia 9 de junho, o serviço já havia realizado um total de 4.593 consultas a distância, por meio de ligações telefônicas ou videoconferência. Isso inclui o suporte que psicólogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais prestam a pacientes com doenças crônicas cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), pessoas em isolamento domiciliar com suspeita ou confirmação de coronavírus, usuários que tenham demonstrado necessidade desse tipo de assistência durante o monitoramento feito pela Cabs e também a profissionais da rede de Saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19.

“Nesta fase de distanciamento social continuam sendo intensificados, na medida do possível, a atenção aos aspectos da saúde mental da população, por profissionais de fonoaudiologia, terapia ocupacional e psicologia. Uma das formas é a oferta de suporte em saúde mental a distância, que denominamos teleatendimento, podendo ser atendimentos por telefone e videochamadas”, explica a diretora de Saúde Mental, Ana Paula Briguet.

Desse total de atendimentos, 1.607 correspondem a pacientes com suspeita ou confirmação de coronavírus. Outros 1.937 dizem respeito a atendimentos eletivos (agendamentos conforme fluxo de atendimentos na Saúde, inclusive os teleatendimentos disponibilizados para o período da pandemia).

 

Atendimentos presenciais junto às equipes

Além das consultas individuais que a equipe de Saúde Mental garante aos trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19, também estão sendo realizadas práticas integrativas e terapias em grupo durante o expediente. O objetivo é fortalecer ainda mais esses profissionais que também precisam de suporte e atenção.

Até 5 de junho foram feitos 600 atendimentos desse tipo, dentre as consultas individuais e as atividades em grupo. Isso inclui aplicação de auriculoterapia individual, rodas de conversa e práticas integrativas que já atingiram 435 profissionais da rede.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: