Barueri

Saúde de Barueri promove Semana de Luta Antimanicomial

Há 21 anos, no dia 18 de maio, era aprovada a Lei de Reforma Psiquiátrica, ou Lei Antimanicomial. Ela deu as bases para o tratamento mais humanizado de pacientes com doenças mentais e para o fechamento gradual de manicômios e hospícios existentes no País.

A Secretaria de Saúde de Barueri, por meio da Diretoria de Saúde Mental, organiza a Semana da Luta Antimanicomial com uma programação que vai do dia 16 ao dia 20 de maio. Mesmo com a promulgação da lei e passados 21 anos, ainda existem resistências de pessoas e instituições que preferem os tratamentos antigos, muitos deles considerados cruéis, como uso de camisa de força e choques elétricos.

Na programação da Semana (de 16 a 20 de maio) estão uma exposição interativa no Ganha Tempo, concentração em frente ao Masp (Museu de Arte de São Paulo), jogos coletivos, música e dança (veja programação completa no final da matéria).

Para a diretora de Saúde Mental, Rita de Cássia Bittencourt Stella, a semana organizada pela Secretaria é para celebrar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial como uma conquista e um avanço que não pode se perder.

“A Reforma Psiquiátrica propôs o fim dos manicômios que trancavam os pacientes sem que pudessem ter o convívio com a família. Por isso temos os Caps, que são espaços de acolhimento não hospitalar, sempre visando a integração do indivíduo na sociedade”, afirmou Rita.

Caps e residência terapêutica
Os Caps são os Centros de Atenção Psicossocial que existem em várias cidades. Em Barueri há três unidades (Caps-i Trilha – Infantojuvenil, Caps Adulto – Estação e Caps AD II – Álcool e Drogas). A Prefeitura de Barueri também tem uma unidade de Residência Terapêutica que abriga nove pessoas.

A Residência Terapêutica é um local de moradia para pacientes com transtornos mentais, incluindo usuários de álcool e outras drogas, que tiveram alta de internações psiquiátricas, mas que ainda não têm suporte financeiro, social ou laços familiares que permitam a reinserção na comunidade.

Segundo a diretora de Saúde Mental, está prevista uma segunda Residência Terapêutica em Barueri para o segundo semestre deste ano, com capacidade para oito pessoas.

Programação
Semana da Luta Antimanicomial 2022

16/05 – Dia de divulgação da História da Reforma Psiquiátrica Brasileira e seus avanços

9h – Concentração em frente ao Caps-i Trilha (Rua Raul Makaiossi Honda, 68) para a Marcha Antimanicomial;

9h30 – Marcha Antimanicomial até o Ganha Tempo;

10h às 16h – Exposição Interativa no Ganha Tempo.

17/05 – Dia de atualização para os técnicos da rede de Saúde Mental do município

8h às 13h – “Práticas cotidianas não manicomiais” – Encontro Formativo para os Trabalhadores da RAPS Barueri na FATEC.

18/05 – Dia Nacional da Luta Antimanicomial

11h – Atividade da Luta Antimanicomial em Sala de Espera das UBS;

12h – Concentração no MASP – Avenida Paulista para a Marcha pela Democracia Antimanicomial;

16h – Atividade da Luta Antimanicomial em sala de espera das UBS.

 

19/05 – Dia de promoção de Saúde Mental

10h às 16h – experimentações em Práticas Integrativas Complementares no prédio do Caps Estação (Rua Jose Maria Balieiro, 715, Centro);

10h às 12h – Auriculoterapia;

10h – Prática de Relaxamento;

11h30 – Yoga;

13h – Fitoterapia;

14h – Dança Circular.

 

20/05 – Dia de festejar os 21 anos da Lei 10.216 – Lei da Reforma Psiquiátrica Brasileira

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: