Rubem Novaes pede para deixar a presidência do Banco do Brasil

O presidente do Banco do Brasil, Rubem de Freitas Novaes, entregou nesta sexta-feira (24) ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, um pedido para deixar o comando do banco estatal a partir de agosto.

Em fato relevante divulgado ao mercado financeiro, o Banco do Brasil cita que a decisão de Novaes foi motivada pelo entendimento de que a companhia “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

Novaes ocupa a presidência do banco desde janeiro de 2019 por indicação pessoal do ministro Paulo Guedes. Recentemente, ele tem defendido publicamente a privatização do banco nos últimos meses.

Leia a íntegra do pedido de renúncia de Novaes:

“Em conformidade com o § 4º do art. 157 da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e com a Instrução CVM nº 358, de 03 de janeiro de 2002, o Banco do Brasil (BB) comunica que o Sr. Rubem de Freitas Novaes entregou ao Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro e ao Exmo. Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de agosto, em data a ser definida e oportunamente comunicada ao mercado, entendendo que a Companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário.

2. Sendo aceita a renúncia pelo Presidente da República, a indicação do novo presidente do BB deverá acontecer na forma do artigo 24, inciso I do Estatuto Social do BB.

3. Fatos adicionais, julgados relevantes, serão prontamente divulgados ao mercado.

Brasília (DF), 24 de julho de 2020.

Carlos Hamilton Vasconcelos de Araújo

Vice-Presidente Gestão Financeira e Relações com Investidores”

 

Fonte: R7

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: