Programa Barueri sem Papel já está a todo vapor nas Secretarias Municipais de Barueri

O lançamento oficial do Programa Barueri sem Papel ocorreu em janeiro deste ano. Foi necessário adequar todo o sistema para que o município passasse a eliminar o uso desnecessário de papel nas repartições públicas.

Inicialmente planejado para funcionar nas Secretarias de Administração e da Saúde, cuja demanda é mais urgente, O CIT (Centro de Inovação e Tecnologia) promoveu workshops com os administradores e funcionários nesse período para a implantação.

A medida é benéfica porque além de não agredir o meio ambiente, acarreta economia com papel, tinta de impressão e outros insumos, traz agilidade e acompanhamento virtual dos serviços solicitados e elimina a ocupação de enormes espaços para armazenamento de documentos.

Segundo cálculos de Jônatas Randal, administrador do CIT, a suspensão de compra de papel e insumos e suporte de impressão trará uma economia anual de R$1 mi ao município.

Barueri não é mais uma cidade inteligente apenas, agora ela é inteligente e sustentável e nós vamos cumprir com essa demanda, que é do planeta, fazendo uso das soluções tecnológicas. A economia aos cofres públicos é um dos grandes pontos desse projeto, mas na verdade vai muito além, ele moderniza e interliga instituições, além de tornar toda essa documentação bem mais acessível”, explica o administrador do CIT, Jonatas Randal.

Precursora
A secretária de Administração, Cilene Bittencourt, expressou sua satisfação com o projeto. “Hoje foi uma emoção ímpar. Recebi e assinei mais de 50 documentos, tudo de forma digital. Sem nenhuma folha de papel! Maravilhoso. Aproveito para duas coisas: 1 – agradecer ao CIT, na pessoa do Jonatas, por colocar em prática esse programa tão almejado; 2 – comunicar aos parceiros secretários que, a partir de agora, nossa Secretaria não mais receberá ofícios/documentos em papel físico. Coisa maravilhosa! O adiantamento salarial dos servidores já foi elaborado digitalmente nesta quinzena”, disse.

Uma das medidas embrionárias do Barueri sem Papel foi tomada pela Secretaria de Administração, que suspendeu a emissão de comprovantes de pagamentos e informes de rendimento de todos os servidores municipais em junho de 2017.

A visualização dos demonstrativos pelo e-mail ou pelo RH on-line e a decisão de imprimi-los ou não, acabou despertando milhares de servidores para uma nova realidadade e já os preparou em parte para o futuro.

Barueri já demonstrava à época estar sintonizada com a sustentabilidade, com o conceito de cidade inteligente e com a economia que proporcionou aos cofres do município nesses quase quatro anos.

Educação sem Papel
A Secretaria de Educação está engajadíssima no Programa Barueri sem Papel: acaba de adquirir scanners planetários, que servem não somente para a digitalização moderna de documentos burocráticos como também para para fins didáticos.

Os scanners possuem tecnologia que funciona sem contato com o documento orignal e permite também a digitalização de objetos não convecionais, tais como medalhas, tecidos, moedas e outros. Na última semana chegaram 100 equipamentos, que já foram entregues nas unidades escolares.

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: