Prefeitura de Osasco entrega Casa da Mulher reformada e ampliada

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, entregou nesta última semana, a reforma e a ampliação da Casa Mulher, que fica no Hospital e Maternidade Amador Aguiar. A reforma e a ampliação privilegiam salas que auxiliarão ainda mais na saúde íntima da mulher. A entrega faz parte das comemorações do aniversário de 57 anos de emancipação político-administrativa da cidade.

As intervenções na Casa da Mulher receberam uma importante ajuda do Rotary, que forneceu alguns equipamentos e mobiliário para o espaço. A cerimônia de entrega contou com a presença do prefeito Rogério Lins, do secretário de Saúde, João de Deus Santos Júnior; da secretária adjunta, Simone Monteaperto; do presidente do Rotary de Osasco, Fernando Antiório, dentre outras autoridades.

“Em 2018 registramos 25.800 atendimentos, sendo 3.100 por mês em procedimentos para mulheres. Esse equipamento ajudará melhorar ainda mais o atendimento às mulheres”, disse Egídio Malagoli Neto, superintendente da maternidade.

O presidente do Rotary de Osasco, Fernando Antiório, falou que foi um imenso prazer ajudar. “É uma honra colaborar e ajudar a maternidade. Conte sempre com o Rotary”, disse.

Em seu discurso, o prefeito começou agradecendo o Rotary. “Gratidão não tem que estar só na boca, mas também no coração e na alma. É o que eu tenho com o Rotary, que tem feito várias parcerias com a gente. Além das cadeiras doadas ao Fundo Social nos ajudou a equipar esse espaço. Meu muito obrigado”, disse.

 “Quando assumimos aqui no 1º dia de governo não tínhamos como atender os pacientes, mas os funcionários se organizaram para manter o atendimento. Meu imenso carinho, respeito e gratidão por todos. Também quero agradecer pelo desempenho de todos vocês, porque o número de mortalidade infantil em nossa cidade caiu muito. Meus parabéns”, concluiu.

Salas de atendimento

A Casa da Mulher conta com cinco salas: uma para administração, duas de atendimentos ambulatórios ginecológicos, uma para o exame de ecocardiograma infantil e uma para triagem para o Neonatal (auditiva, método canguru 3º etapa, entrega e coleta de teste do pezinho).

Nos ambulatórios ginecológicos será possível fazer procedimentos que não necessitem de anestesia geral, como cauterização e histeroscopia. O atendimento será das 7 às 19 horas, e os encaminhamentos deverão ser feitos pelas UBSs.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: