Prefeitura de Osasco beneficiará mil famílias do Copromo com regularização fundiária

Foram 20 anos de muita luta e espera. Mas agora, no governo do prefeito Rogério Lins, mil famílias do Copromo, conjunto habitacional que fica na zona Norte de Osasco, terão suas moradias regularizadas.

Na prática, isso significa que elas receberão o título de propriedade do imóvel em seu nome, o que assegura também um endereço oficial e uma série de garantias, desde direito à herança aos herdeiros até a indicação da propriedade como garantia em financiamentos.

A boa notícia foi dada no último domingo, dia 1º de novembro, em reunião realizada na Igreja São Patrício com 300 famílias que construíram suas casas, no Copromo, com recursos próprios e que estão entre as mil contempladas com a regularização.

O processo foi possível por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Osasco e o governo do Estado. A Secretaria de Habitação de Osasco já concluiu o processo de regularização, enquanto a CDHU, companhia da Secretaria Estadual de Habitação, finalizou o registro das matrículas.

“Todo o Copromo será regularizado. Queremos realizar, ainda este mês, a entrega dos títulos de propriedade às famílias, celebrando essa vitória. É importante ressaltar que sempre trabalhamos por vocês e tivemos total apoio do governo do Estado para entregar o título nas mãos de cada um. Agora, por determinação do prefeito Rogério Lins, também já estamos estudando realização de obras de infraestrutura no conjunto”, explicou, durante o evento, o secretário de Habitação de Osasco, Pedro Sotero.

As matrículas serão entregues pela CDHU, seguindo os critérios da própria companhia. Também participaram do anúncio o chefe de gabinete do vice-governador Rodrigo Garcia, Paulo Alves, e o diretor de Regularização Fundiária da Secretaria Estadual da Habitação, Moacy Guimarães.

Na atual gestão, 4 mil lotes que já foram regularizados por meio do Moradia Legal, da Secretaria de Habitação de Osasco. As áreas mais recentes beneficiadas foram CR (no Bela Vista), CA (no Baronesa), Ônix (na Vila Ayrosa) e Vila Santa Isabel (no Jardim Conceição). Atualmente, estão em andamento processos de regularização no setor C do Colinas D´Oeste e nas áreas Montalverne e ABAS e, em breve, será iniciado o processo também no setor A do Colinas.

Além disso, parceria com a Secretaria Estadual da Habitação vai garantir mais 2 mil regularizações, por meio do programa estadual Cidade Legal, atendendo moradores dos Portais e Colinas D’Oeste, na zona Norte, e da área HBB, na zona Sul.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: