Prefeito Rogério Lins dá posse ao Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, deu posse na quarta-feira, 14/8, aos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Osasco (CMDMO) para o mandato de dois anos. A solenidade foi realizada na Sala de Reuniões de seu gabinete e contou com a participação de Simone de Carvalho, titular da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres, Pessoas com Deficiência, Promoção da Igualdade Racial e Diversidade Sexual, das vereadoras Lúcia da Saúde e Dra. Régia, e da secretária de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), Elsa Oliveira, representando todos os secretários municipais.

“Dar posse para um conselho é sempre um ato importante para a administração, que preza pela participação popular e da sociedade civil organizada, pois juntos podemos discutir o que a gente quer para a cidade que amamos, lutando no presente e projetando a cidade para o futuro”, comentou Lins, durante a abertura oficial.

Dentre as considerações apresentadas pelo chefe do Executivo no âmbito de políticas públicas voltadas à mulheres, que estão em andamento, citou a Casa de Passagem, um abrigo provisório para acolher a mulher vítima de violência, que tem previsão de ser implantada já no primeiro semestre do próximo ano, com diversos serviços que ajudarão a mulher a resgatar sua vida social longe do agressor, além da implantação de um aplicativo conectado ao Centro de Operações Integradas (COI) com sistema de localização por GPS. Assim que a mulher acionar o botão de pedido de socorro, o COI enviará uma viatura mais próxima, da GCM ou da PM, ao local.

Além disso, Osasco já conta com o serviço de patrulha Maria da Penha, realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM), e a Casa Abrigo, instituída pelo Consórcio Intermunicipal da Região Oeste da Grande São Paulo (Cioeste), que reúne as cidades de Osasco, Barueri, Carapicuíba, Itapevi e Santana de Parnaíba.

“Eu vejo o quão representativo está esse conselho, com pessoas dos mais diversos segmentos, que militam há muito tempo por essa causa. Enquanto poder público nos cabe receber todas os encaminhamentos e propostas e fazer com que o nosso governo os coloque em prática. Esse é nosso maior desafio. Sabemos que quando falamos de políticas públicas para as mulheres, estamos tratando de um campo muito amplo e precisamos ficar atento a todas as questões, que vão desde a educação, com a garantia da vaga em creche para que a mulher possa trabalhar com tranquilidade, as questões de assistência social, saúde e, principalmente, a violência contra a mulher, e isso inclui a proteção das menores”, ressaltou, fazendo referência a um caso de uma jovem osasquense, que era abusada na infância pelo pai, com o consentimento da mãe. Hoje ela vive na Casa Juventude e o pai está preso.

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher tem entre suas atribuições participar da elaboração da política municipal dos direitos da mulher; definir metas e prioridades que assegurem condições de igualdade às mulheres, sua integração e promoção como cidadã em todos os aspectos da vida econômica, social, política e cultural; organizar a Conferência Municipal de Políticas para Mulheres a cada dois anos; receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias relativas à discriminação contra a mulher; entre outros objetivos.

Também participaram do evento Deisi Ventura, diretora do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB), da Secretaria de Assistência Social; Ângela Maluf, secretária da Mulher, da Prefeitura de Cotia; Rozenio de Nazareno Vitório, presidente da Federação das Associações Amigos de Bairros do Município de Osasco (Fesabo), entre outros.

Integram o conselho:

Representantes do Governo

Coordenadoria da Mulher

Titular – Simone Carvalho

Suplente – Alexandra Pontieri

Saúde

Titular – Rosana Terrabuio

Suplente – Dra. Mônica Aurélia B. Mwamakamba

Educação

Titular – Maria Nair A. Almeida

Suplente – Andréa Cristina dos Santos

Assistência Social

Titular – Paulete Aparecida da Silva

Suplente – Cibele Oliveira da Fonseca

Fundo Social de Solidariedade

Titular – Mariane Santos da Silva

Suplente – Andreia A. D. Ferreira

Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão

Titular – Maria J. Moriya

Suplente – Ana Carolina C. Oliveira

Esporte

Edcléia Gonçalves

Juliana Gomes A. Santos

Representante do Legislativo

Vereadora Lúcia da Saúde

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) 56ª Subseção de Osasco

Titular – Bruno Alberto de Rezende

Suplente –Emerentina A. A. de Oliveira

Representantes de ONGs, Associações e Movimentos Populares

Fernanda Lopes S. Jesus

Maria Cesarina R. Silva

Silvia Cristina Biondo M. Queiroz

Solange Pall

Representantes de Sindicatos ou Associações e Trabalhadores com Sede em Osasco

Amélia Pereira Matos

Lúbia Conceição dos Santos Silva

Mercedes Lopes Batista

Mônica de Oliveira Lourenço Veloso

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: