Por mais respeito: Barueri celebra a semana do Orgulho LGBTQIA+ com programação especial

Em 28 de junho de 1969 os frequentadores de um bar gay em Nova Iorque resolveram dar um basta na violência que viviam por anos. Esse momento foi considerado o primeiro levante contra o preconceito, dando origem ao dia oficial do movimento LGBTQIA+.

Celebrado sempre no dia 28 de junho, a data também será marcada em Barueri por meio da Secretaria da Mulher com uma programação especial que vai do dia 27 de junho a 1º de julho.

Semana da diversidade

Como o tema “Tenha Orgulho de Quem Você É”, a chamada Semana da Diversidade contará com ações de forma on-line pelas redes sociais da Secretaria da Mulher e presencial.

“O objetivo é dar cada vez mais visibilidade na urgência de combater o preconceito e trazer informações sobre os direitos do público LGBTQI”, ressalta a secretária da Mulher, Giani Cristina de Souza.

 Programação

A programação começa na segunda-feira (dia 27) com roda de conversa sobre “Respeito não é questão de opinião”, às 9h, na Secretaria da Mulher (rua Sebastião Davino dos Reis, 756 – Vila Porto).

Já no dia do Orgulho LGBTQIA+ celebrado na terça-feira (28 de junho) em parceria com a Secretaria de Saúde, vai rolar o “Pedágio do Orgulho LGBTQIAP” das 11h às 13h no Terminal Rodoviário de Barueri (Centro) com a equipe do IST/Aids entregando materiais informativos no combate a doenças sexualmente transmissíveis.

Ainda no dia 28, às 15h, terá o “Encontro sobre Diversidade Sexual” na sede da Ong Grupo Vida, que fica na avenida Itaqui, 325 – Jd. Belval. E no dia 29, esse encontro se repete às 9h no mesmo endereço.

A programação se encerra no dia 1º de julho com o “Encontro sobre Diversidade Sexual” no CEPAC, localizado na rua Martim Afonso de Souza, 72 – Parque Imperial.

Lives

Pelas redes sociais você pode acompanhar um bate papo sobre Empreendedorismo Inclusivo com a empresária Silvana Barreto, que confecciona lingerie para mulheres trans às 15h.

No dia 30 de junho, às 11h, a conversa virtual será sobre “Crimes de LGBTfobia e aplicação da Lei Maria da Penha em Relacionamentos Homoafetivos com a advogada Valéria Nagy.

Rede Mulher

A Coordenadoria Rede Mulher, lotada na Secretaria da Mulher, realiza atendimento multidisciplinar para a população LGBTQIAP+ com assistente social e psicólogo para acolher, orientar, acompanhar e, quando necessário, encaminhar para a rede de atendimento municipal, assim como orientar sobre a garantia de direitos sobre uso do nome social; retificação de Registro Civil; processo Transexualizador; prevenção às ISTs; violações de Direitos e de Crimes de LGBTQIAP+fobia.

 Para mais informações, entre em contato por e-mail secmulher.redemulher@barueri.sp.gov.br ou pelo telefone (11) 4706 – 4046 (ramal 282).

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: