Parcelas de pagamento do Fies estão suspensas por causa da pandemia

Por causa da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus, as próximas parcelas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) não precisarão ser pagas por enquanto.

De acordo com a publicação do Diário Oficial da União, nesta sexta-feira (15), a medida vale tanto para estudantes que ainda estão na graduação, quanto para os que já concluíram o curso e estão pagando as parcelas do financiamento.

O número de parcelas suspensas dependerá do perfil do estudante. Confira as regras:

  • Alunos com contratos em fase de utilização ou de carência (que estão ainda na faculdade ou nos 18 meses após sua conclusão): duas parcelas;
  • Graduados, em fase de amortização (que se formaram há mais de 1 ano e meio e que estão pagando o financiamento): quatro parcelas.

Segundo a decisão do governo, os prazos podem ser prorrogados.

O que é FIES?

Fies é um programa de financiamento de mensalidades em universidades privadas. Para se inscrever, o estudante precisa prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se encaixar nos critérios socioeconômicos.

Atualmente, existem dois tipos de financiamento:

  • Na modalidade Fies, são oferecidas vagas com juro zero para os estudantes com uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos (R$ 3.135 – pelo salário mínimo nacional).
  • A modalidade P-Fies se destina a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos (R$ 5.225 – pelo salário mínimo nacional). O estudante pode receber um empréstimo a juros consideravelmente baixos, variando de acordo com o banco que atua como agente financeiro.

Lembrando que, em dezembro do ano passado, o governo anunciou mudanças nos dois programas, mas só entrarão em vigência no segundo semestre deste ano para o P-Fies e a partir de 2021, para o Fies.

 

Fonte: Noticias, concurso

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: