Padre Raimundo Nonato Alves recebe título de Cidadão osasquense

O padre Raimundo Nonato Alves, da Diocese de Osasco, é o mais novo cidadão osasquense. Ele recebeu o título de cidadania em sessão solene realizada no Plenário Tiradentes.

A solenidade teve a participação de autoridades locais e regionais, familiares do homenageado, além de representantes da Diocese de Osasco, como padres e seminaristas.

A honraria foi proposta pelo Vereador De Paula (PSDB), por meio do Decreto Legislativo 8/2019, que reconhece o sacerdote pela atuação social e pastoral em Osasco.

De Paula foi o secretário da mesa dos trabalhos, que teve como presidente a Vereadora Ana Paula Rossi (PR). “Hoje Osasco ganha um novo filho documentado, padre Raimundo, que já tem contribuído muito com a nossa cidade”, afirmou a vereadora.

Os oradores da solenidade se referiram ao homenageado como um homem que se dedica ao evangelho e à família.

Raimundo Nonato é pai e avô, entrando para a vida religiosa após ficar viúvo. O fato acabou despertando a curiosidade de muita gente que acompanhava a solenidade.

Ana Paula Rossi foi uma das que se surpreenderam. “Que história mais linda. Deus cumpre o propósito dele na vida de todos nós e que propósito bom ele tinha para a sua vida”, disse a parlamentar.

O padre Marcos Funchal, que representou o bispo da Diocese de Osasco, Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa, falou sobre a felicidade de homenagear o padre Raimundo Nonato.

Ele recordou o caminho vocacional do homenageado iniciado em meados da década de 1970, e interrompido após conhecer a esposa, com quem permaneceu casado por 19 anos, e de quem foi separado pela morte, em 1998.

Funchal supervisionou o caminho de formação sacerdotal de padre Raimundo Nonato, no Seminário São José, em Osasco, nos anos 2000. O homenageado foi ordenado padre em março de 2008, após a conclusão dos estudos.

Apesar de exercer o sacerdócio há 11 anos, a participação do homenageado na vida da igreja vem desde quando chegou a Osasco, em 1976. “Desde quando chegou a Osasco, ele contribuiu de maneira ímpar para a cidade; por isso, é um título muito merecido”, justificou padre Funchal.

A vice-prefeita de Carapicuíba, Gilmara Gonçalves, também enalteceu o trabalho do homenageado, tanto no exercício do laicato quanto do sacerdócio. “Padre Raimundo passou por todas as experiências, inclusive de ser leigo primeiro. Isso é enriquecedor para nós”, disse.

Hoje, padre Raimundo Nonato Alves é o pároco da Paróquia São Francisco de Assis, em Carapicuíba – cidade que integra a Diocese de Osasco.

Após receber o título de cidadania osasquense, o homenageado usou a tribuna para contar a sua história de vida e agradecer aos vereadores pela homenagem. “Desde o dia 20 de agosto de 1976 eu amo esta cidade. Aqui construí minha família e, na paróquia São José, floriu a minha vocação. Esta homenagem não é para o homem Raimundo, mas para o padre Raimundo, toda essa cidade e todo esse povo que me ajudou a ser feliz”, concluiu, emocionado.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: