Osasco inicia segunda-feira (12/04) vacinação contra a influenza

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Osasco realiza de 12 de abril a 9 de julho a imunização contra a influenza (gripe). Na ação, que integra o calendário da 23ª Campanha Nacional de Vacinação, serão vacinados crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, professores das escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas portadoras de deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A campanha será realizada com a definição de grupos prioritários para receber a vacina. A vacinação contra a influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações.

As vacinas utilizadas nas campanhas nacionais de vacinação contra a influenza do Programa Nacional de Imunizações (PNI) são trivalentes, que contêm os antígenos purificados de duas cepas do tipo A e uma B, sem adição de adjuvantes. A composição da vacina é determinada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os munícipes devem ficar atentos para a seguinte observação feita pela Secretaria de Saúde. A vacinação contra a influenza coincidirá com imunização contra a Covid-19. Assim, deve-se agendar a vacina contra a influenza respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas. Além disso, todas as medidas de prevenção à transmissão da covid-19 nas ações de vacinação contra Influenza deverão ser adotadas.

Na primeira etapa, que será iniciada dia 12/04, serão vacinados trabalhadores da Saúde, crianças de 6 meses a menos de 2 anos, crianças de 2 a 4 anos, crianças de 5 anos, gestantes, puérperas e povos indígenas.

Na segunda etapa, que será iniciada dia 11/05, serão vacinados idosos de 60 a 64 anos,

65 a 69 anos, 70 a 74 anos, 75 a 79 anos, 80 anos ou mais e professores. Na terceira etapa, que será iniciada dia 09/06, serão vacinadas pessoas com comorbidades, população privada de liberdades e adolescentes em medidas socioeducativas, forças armadas, pessoas com deficiência, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens (12 a 21 anos) sob medidas socioeducativas.

Para evitar aglomeração e proteger a população de forma adequada, Osasco seguirá o seguinte cronograma de aplicação para a primeira etapa:

Trabalhadores da Saúde:

– Com 50 anos ou mais: 12/04/21

– Com 45 anos ou mais: 14/04/21

– Com 40 anos ou mais: 19/04/21

– Com 30 anos ou mais: 21/04/21

– Com 29 anos ou menos: 23/04/21

– Crianças menores de 2 anos: 26/04/2021

– Demais grupos: aguardar divulgação municipal

A vacina contra a influenza estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde, das 10h às 16h, ou até 19h, dependendo do horário de funcionamento da unidade e sua Sala de Vacina.

Definição de trabalhadores da área da Saúde para a vacinação contra a influenza

Trabalhadores da Saúde (públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade) são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. A categoria compreende médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares e também trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros. Ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas.

Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde.

No momento da vacinação os trabalhadores da saúde devem apresentar documento que comprove atividade profissional (Conselho de Classe, Carteira de Trabalho, Declaração ou afins).

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: