Operação Cerol recolhe aproximadamente 300 materiais com cortantes em Jandira

A Operação Cerol realizada em Jandira recolheu, em três dias desta semana, aproximadamente 300 materiais que continham linhas chilenas e com cerol. A ação foi realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM), em parceria com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, Fiscalização de Posturas e Defesa Civil do município.

Os agentes que participaram da operação intensiva abordaram as pessoas que utilizavam destes materiais, realizaram a devida orientação e recolheram as linhas com cortantes para serem incineradas. Além disso, foi reforçada a necessidade do isolamento social neste momento de pandemia da Covid-19 e uso de máscaras ao sair às ruas.

Em Jandira, a comercialização, armazenamento, transporte, distribuição, produção, fornecimento e uso de materiais cortantes em linhas de pipas é proibido pela lei nº 2.218/18.

Por possuírem corte similar ao de uma navalha, o uso de linhas com materiais cortantes causam ferimentos e mortes no país, principalmente aos motociclistas e ciclistas. O cerol contém vários tipos de vidros, que após peneirados, são acrescentados em cola. A linha chilena, por sua vez, é feita a partir da mistura do pó de óxido de alumínio com carbureto de silício e oferece mais risco, por seu corte ser até cinco vezes superior ao de cerol.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: