Morar Bem: programa reforma residências sem condições de moradia em Barueri

Começam nos próximos dias as obras de reforma em residências de moradores de baixa renda de Barueri. É o programa Morar Bem, da Secretaria de Habitação (Sehab). Nem sempre essas famílias conseguem realizar as reformas necessárias para manter a casa em boas condições de moradia. Por falta de dinheiro, aqueles reparos grandes ou pequenos não são realizados no decorrer do tempo e o bem-estar dos moradores vai perdendo qualidade.

O programa tem por finalidade “garantir os padrões mínimos de habitabilidade, segurança e salubridade”, informa a Secretaria de Habitação. As obras começam em 15 casas neste primeiro momento. Ao todo, serão cerca de 200 imóveis reformados por ano.

“Após o acompanhamento da avaliação social, entre outros trâmites, chegamos na etapa de efetivamente iniciar as reformas. É realmente uma grande alegria dar continuidade ao Programa idealizado pela primeira-dama, Sônia Furlan, por meio do Fundo Social de Solidariedade Estrela Guia”, afirma o secretário de Habitação, Gregório Rodrigues Pontes Maglio.

O Morar Bem atende pessoas de todo o município, desde que se enquadrem nos requisitos legais, que são:

  • Possuir algum instrumento de regularização fundiária do imóvel (posse/titularidade do imóvel);
  • Renda familiar de até três salários-mínimos/mês;
  • Não possuir conflito de interesse ou litígio acerca de ocupação;
  • O imóvel não pode estar em situação de risco.

Como se inscrever
Os moradores cujas residências se enquadram nos requisitos legais podem se inscrever no balcão de atendimento na Sehab (av. 26 de Março, 1159 – Centro), de segunda a sexta, das 8h às 17h. Para mais informações, ligar para (11) 4199-2808.

Hoje a Secretaria da Habitação tem 300 pedidos para reforma em andamento. Todos passarão por uma triagem técnica, administrativa e social para identificar se o imóvel se enquadra nos requisitos.

Na prática, o programa já começou há alguns meses, com os técnicos da Sehab realizando as vistorias e a triagem logo após o processo de inscrição feito pelos moradores.

Reforma ampla
A casa de três cômodos, fora o banheiro, de Edna Pereira de Lima, de 65 anos, no Jardim Audir, é uma das residências a ser reformada. A inscrição para o programa foi feita pela filha, Kátia Regina. “Achei maravilhoso, muito bom o que a Prefeitura vai fazer com minha casa”, comemorou Edna.

Atualmente ela está morando em uma edificação no fundo do terreno, uma vez que a casa herdada da mãe, e que nunca passou por reforma, não está em condições de moradia. “Chove muito dentro, escorre água pelas paredes, está muito ruim”, afirma.

Pelo projeto feito pelos arquitetos da Prefeitura, a reforma da casa será ampla, com reparos nas paredes, instalação de novo piso nos cômodos, ampliação da cozinha, entre outras remodelações.

A residência de Susan Sanches, de 32 anos, no Engenho Novo, também terá de passar por grandes alterações. “Vai precisar arrumar o encanamento, a parte elétrica, o madeiramento do telhado, trocar a janela do quarto, reformar o banheiro e as infiltrações da casa”, adiantou Susan.

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: