Barueri

Leptospirose: saiba como evitar essa doença

A leptospirose é uma zoonose (doença que atinge tanto os animais como os seres humanos). Sua maior incidência ocorre principalmente em períodos de chuvas torrenciais e de alagamentos urbanos.

Os roedores domésticos (ratazanas, ratos de telhado e camundongos) são principais vetores. Eles hospedam a bactéria Leptospira nos rins e através da urina contaminam o ambiente, a água e os alimentos em geral.

Deve-se evitar o contato com a enxurrada e a lama das enchentes. A Leptospira penetra na pele lesionada de animais e seres humanos ou mesmo através de mucosas bucais, nasais e oculares.

Em outras épocas do ano a contaminação também pode ocorrer através da ingestão de água e alimentos contaminados, do contato com água ou lama de esgotos, de terrenos baldios e de outros lugares onde há a presença desses roedores.

É mais comum que o período de incubação da doença seja de sete a 14 dias, mas também pode ocorrer de um a 30 dias. Os principais sintomas no ser humano são: febre; dores musculares, principalmente na panturrilha (batata da perna); cefaleia (dor de cabeça) e icterícia (manchas amareladas na pele e na mucosa).

Para afastar os roedores e evitar a doença, a principal alternativa é o manejo ambiental através da supressão dos quatro “As” (acesso, abrigo, água e alimento). Mantendo-se o ambiente limpo, dificilmente ocorrerá a incidência de ratos.

Dicas:

– Não armazene lixo no quintal, em qualquer parte da casa e também na comunidade;

– Mantenha as lixeiras sempre tampadas;

– Não deixe embalagens de alimento abertas;

– Retire a ração dos animais à noite;

– Utilize luvas e botas de borracha quando for retirar lamas, entulhos e desentupir esgotos;

– Evite o contato com água ou lama de enchentes;

– Não nade em água represada da chuva, nem pesque em rios e lagos após as chuvas;

– Faça a limpeza periódica de sua caixa d’água e mantenha-a sempre tampada;

– Vacine seus cães contra a leptospirose;

– Mantenha o animal suspeito ou doente em local cimentado e lave periodicamente o local com solução clorada;

– Procure atendimento médico imediato em caso de suspeita de leptospirose.

Em caso de dúvidas no combate a roedores, ligue para o DTCZ (Departamento Técnico de Controle de Zoonoses) através do telefone 4198-5679. Obtenha informações também nos canais abaixo no PORTAL BARUERI e na página da VIGILÂNCIA SANITÁRIA. 

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: