Barueri

Kits de educação sexual chegam a todas as unidades de saúde de Barueri

Barueri recebeu kits completos para ilustrar e complementar as ações de educação sexual realizadas pelos profissionais de saúde da rede. A distribuição começou neste mês de dezembro e será entregue em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nos Centros de Atenção Psicossociais (CAPS).

Bastante completo, o kit é composto por três cadernos grandes e bem ilustrados: um sobre Aids, outro sobre Hepatites e um terceiro sobre DSTs (Doenças Sexualmente transmissíveis). Ele também traz CDs, DVDs e vários objetos para demonstrações práticas e lúdicas sobre o tema.

Conforme explica o coordenador do Programa IST/Aids, Reinildo de Souza, nem todas as unidades de saúde tinham materiais como esse e agora, com a chegada deles, todas já estão aptas a desenvolver o trabalho de orientação sexual com mais aprofundamento.

Fortalecendo ações

Para incentivar a correta utilização do kit, profissionais de saúde de todas as UBSs passaram por uma capacitação moderada pela médica Presciliana Giovana Guerra Mitrano Leite, ginecologista das UBSs Chácaras Marco e Vila Ceres. Enfermeiros, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, psicólogos e agentes de saúde assistiram a uma demonstração detalhada dos itens e discutiram, por meio da troca de experiências, formas de utilizá-los em seus territórios da melhor maneira possível.

“O objetivo é exatamente a capacitação desses profissionais pra que eles consigam abordar a sexualidade em seus territórios. Isso é um processo contínuo, é um disparador para que eles comecem as ações ou os estimulem a continuar, porque algumas UBSs já trabalham a sexualidade e essa troca entre eles ajuda”, explica Presciliana.

De acordo com a ginecologista, estimular as pessoas a falarem e aprenderem mais sobre o tema é muito importante para a prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), evitar uma gravidez indesejada, fortalecer a autoestima e promover o conhecimento do próprio corpo, dentre outros fatores. “Sexualidade é uma forma de se relacionar, não é só falar de sexo”, pondera.

Fotos: Lourivaldo Fio – Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: