Hospital e Maternidade Amador Aguiar em Osasco completa 23 anos

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, realizou uma programação especial, para comemorar os 23 anos do Hospital e Maternidade Amador Aguiar que desde a sua inauguração em 21/9/1996, já realizou 140 mil partos.

A comemoração, que contou com o tradicional Parabéns a você e um bolo, teve as presenças do prefeito de Osasco, Rogério Lins, e da vice-prefeita Ana Maria Rossi, entre outras autoridades, no hall de entrada.

O superintendente da Maternidade, Egídio Malagoli Neto, agradeceu a equipe, ao secretário de Saúde e aos 139 residentes que atuam na unidade. “Nesses 23 anos excelentes profissionais passaram e outros continuam aqui, fazendo a diferença”, disse.

O prefeito pediu que todos dessem uma salva de palmas aos profissionais, que são o maior patrimônio da unidade. “É um conjunto, porque há o comprometimento desde aquele que atende na recepção, passando pelo administrativo, limpeza, almoxarifado, enfermagem e equipe médica, para oferecer o melhor a nossa população”.

Lins lembrou do período em que transferiu seu gabinete para a Maternidade. “Foi muito gratificante participar do dia a dia”, disse, para anunciar que fará uma reforma na Maternidade, que terá início ainda neste ano. “A gente precisa melhorar. Podemos avançar na estrutura, porque a parte operacional é sempre bem avaliada. Cada vez mais pessoas vêm ter seus filhos aqui, então o grau de confiabilidade no nosso serviço tem aumentado e isso significa que estamos no caminho certo”, concluiu.

No auditório da unidade, o prefeito participou da abertura do III Simpósio do programa de residência médica em ginecologia e obstetrícia, com os temas: Sexualidade com Lucivanda Pontes; Atendimento à mulher Surda com Gabriela Fuster; Humanização do Parto com Paulo Noronha, e Adolescência e Mídia com o professor e doutor Benito Lourenço.

 

A UNIDADE

Na Maternidade Amador Aguiar, além do atendimento humanizado, mãe e bebê contam com leitos apropriados para abriga-los. A maternidade também está dotada de UTI Neonatal, um espaço reservado para tratamento de prematuros e de bebês que apresentam algum tipo de problema ao nascer. Nem sempre os bebês internados nas UTIs neonatais estão doentes. Algumas vezes eles estão apenas crescendo e se tornando aptos para respirar, sugar e deglutir.

Desde 2017, a Maternidade Amador Aguiar, única que atende pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em Osasco, é hospital-escola e referência em gestações e partos de alto risco, designação concedida pelo Ministério da Saúde, além de ser uma unidade atrativa para profissionais que desejam se especializar em nascimentos humanizados e ter acesso a atendimentos ambulatoriais em instituições como a USP (Universidade de São Paulo) pelo Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, da Faculdade de Saúde Pública, Hospital dos Servidores Público Estadual e Hospital Pérola Byington.

A maternidade também é habilitada pelo Plano de Ação “Rede Cegonha” e ainda recebeu da Unicef o título de “Hospital Amigo da Criança”. Atualmente a maternidade conta com UTI Adulto, leitos de UCI Neonatal, Casa da Mulher, Banco de Leite, Agência Transfuncional e ala de cuidados das mães de prematuros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: