Fundo Social de Osasco faz doações da campanha Coração Solidário

O Fundo Social de Solidariedade de Osasco doou nesta semana cadeiras de rodas, próteses, órteses, parapodium, palmilhas ortopédicas e andadores a pessoas com deficiência física ou com grau de mobilidade reduzida da cidade. Ao todo, foram beneficiadas, por meio da campanha Coração Solidário, 24 pessoas de famílias em situação de vulnerabilidade social. O evento, do qual participaram o prefeito Rogério Lins, a primeira-dama e presidente do Fundo, Aline Lins, a vice-prefeita Ana Maria Rossi, secretários municipais e adjuntos, aconteceu na Sala Luiz Roberto Claudino, antiga Sala Osasco, anexa ao Paço Municipal.

A cerimônia foi marcada pela emoção. “Este ano conseguimos zerar a fila de espera por esses equipamentos. O meu sentimento é de gratidão pelo empenho de todos os profissionais que dedicaram esforços para nos ajudar nessa tarefa. Sabemos das necessidades dos pais, que às vezes deixam de levar os filhos para passear e até levá-los à escola, pela falta desses materiais”, disse Aline Lins.

O chefe do Executivo aproveitou a ocasião para conclamar empresários de Osasco a contribuírem com os programas sociais da Prefeitura. “Nossa intenção é todo ano zerar a espera por esses equipamentos. São famílias em situação de vulnerabilidade que já têm outros gastos, como por exemplo, alimentação especial e medicamentos. Então, temos de seguir trabalhando para proporcionar uma qualidade de vida melhor para essas famílias. Os empresários da cidade podem nos ajudar, fazendo doações para famílias do município”, comentou Rogério, destacando que existem regras e critérios para a contemplação das famílias.

A dona de casa Silvana Iraci Oliveira Macedo, mãe do cadeirante Thiago Oliveira Macedo, 18 anos, falou do sentimento de ter conseguido a doação para o filho. “Ele precisava muito dessa adaptação na cadeira há, pelo menos, um ano. Graças a Deus, saiu rápido, porque fiz a solicitação quase no fim do ano passado”.

Sob o slogan “Nem todo mundo tem cadeira de rodas, mas coração todo mundo tem”, a campanha foi iniciada pela atual gestão em setembro de 2017. “A ideia surgiu de uma conversa com minha esposa, para resgatarmos esse trabalho de auxílio a crianças e adultos com necessidades especiais de nossa cidade. É importante fazer obras de infraestrutura para o desenvolvimento do município, mas não faz sentido se não atuarmos para ajudar a cuidar das pessoas”, avalia Rogério Lins.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: