Deputado Cezar faz projeto para consumo consciente de água no Estado de São Paulo

Neste mês de julho, foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo o projeto de lei nº 437/2021, de autoria do deputado estadual Cezar que institui a Campanha Permanente de Conscientização sobre o uso da água no âmbito do Estado de São Paulo. A medida visa promover ações educativas para informar a população sobre sua utilização adequada dos recursos hídricos.

Segundo o deputado Cezar, é importante destacar à sociedade os alertas de especialistas, da ciência e de órgãos públicos como o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e a ANA (Agência Nacional de Água e Saneamento). “Dados alarmantes de desmatamento e do impacto da perda de florestas nativas no equilíbrio dos recursos hídricos são apontados todos os dias por especialistas que alertam para o risco de escassez. São necessárias políticas públicas para evitar que os reservatórios sofram colapso”, disse o parlamentar alertando para o risco iminente de apagão no abastecimento de água e na energia elétrica.

A propositura prevê uma Campanha Permanente de Conscientização sobre o uso da água com a definição do conteúdo e a forma de publicidade a cargo dos órgãos competentes do Poder Executivo. A iniciativa vai incentivar campanhas de alerta sobre a escassez eminente dos recursos hídricos e programas com ações sustentáveis para despoluição dos rios, desassoreamento dos mananciais e uma rotina sem desperdício de água. “O objetivo é informar e conscientizar a população sobre a situação crítica que estamos enfrentando e incentivar ações e programas para preservação”, disse o deputado.

De acordo com artigo publicado no Ecoa Uol, nesta semana, o Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) emitiu alerta de emergência hídrica para o período de junho a setembro para a Bacia do Rio Paraná, que abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná. A publicação informa que é a primeira vez que o órgão emite um alerta desta natureza, com reforço de outros centros internacionais de análise climática. “O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e o Ministério de Minas e Energia também apontaram que essa é a pior seca da série histórica dos últimos 111 anos”, completou o artigo.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: