Barueri
Da esquerda para direita: Deputado estadual João Caramez, Deputada federal Bruna Furlan, Governador Geraldo Alckmin, Igor Soares (Prefeito de Itapevi) e Floriano Pesaro (Secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo (Seds)

Deputada Bruna Furlan participou da assinatura do convênio Bom Prato em Itapevi

A deputada federal Bruna Furlan, participou da assinatura do convênio do Bom Prato, em Itapevi, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O restaurante será instalado na Rodovia Renê Benedito Silva, s/nº. Essa será a primeira unidade do restaurante Bom Prato no município. “O Bom Prato em Itapevi vai ser muito importante para a nossa população que terá acesso a uma refeição balanceada e de qualidade por apenas R$ 1,00”, disse o prefeito.

Na ocasião, a deputada Bruna parabenizou o governador pelo projeto que está se expandido em todo Estado, inclusive na Região Oeste de São Paulo.

“Quero parabenizar a todos envolvidos neste convênio, pois o Bom Prato oferece refeições de qualidade e com um preço acessível para todos. O que é bom para Itapevi é bom para Barueri. Fico feliz em trabalhar com pessoas comprometidas, pois juntos estamos trabalhando para o crescimento e desenvolvimento do nosso Estado”, completou a parlamentar.

O evento contou também com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, o deputada estadual João Caramez, entre outras autoridades.

 

 

Sobre o Bom Prato

Criado há 17 anos, a rede de restaurantes populares oferta alimentação balanceada e de qualidade (almoço e café da manhã) com foco na população de baixa renda, idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No Estado de São Paulo, o Bom Prato é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e serve diariamente cerca de 87 mil refeições. Desde a inauguração em 2000, já serviu mais de 193 milhões de refeições e investiu mais de R$ 530 milhões no programa. Além disso, serviu 300 mil toneladas de alimentos e 200 milhões de frutas.

Há 52 unidades em funcionamento, sendo 22 localizadas na Capital, nove na Grande São Paulo, seis no litoral e 15 no interior. O almoço tem custo de R$ 1,00. A alimentação é balanceada com 1.200 calorias, composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa.

O café da manhã é oferecido leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição, de 400 calorias em média, custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011, o café da manhã foi implantado em todos os restaurantes. Crianças até seis anos têm a refeição gratuita.

 

CRÉDITO FOTO: Benjamim Sepulvida

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: