Depois de 13 dias internada, Ana Cristina vence a Covid-19 e recebe alta do hospital de campanha em Cotia

Foram 13 dias de luta pela vida. A moradora Ana Cristina Carlota da Silva recebeu alta nessa quarta-feira (20 de maio) e segue em recuperação em sua casa. Ela está entre os mais de 100 pacientes que já ocuparam algum leito no Centro de Combate e Referência ao Coronavírus de Cotia, desde o dia 6 de abril, que foi quando o local começou a funcionar.

Ana Cristina deu entrada com sintomas de Covid-19 no dia 8 de maio. Com diversas queixas, entre elas a de insuficiência respiratória, foi internada com suspeita da doença. Submetida ao teste rápido, a equipe médica teve o resultado em alguns minutos: Ana Cristina estava infectada com o novo Coronavírus.

A partir daí foi dado início ao atendimento protocolar e ela precisou ser internada na ala amarela, que conta com leitos para pacientes com sintomas não tão graves. Durante os dias em que permaneceu no local, foi acompanhada por médicos, enfermeiros e fisioterapeuta. Ana Cristina deixou o local sob aplausos da equipe da saúde e de outros pacientes que comemoraram a sua vitória.

“Agradeço muito a vocês [profissionais da saúde]. Gratidão. Fico sem palavras. Fui bem acolhida, bem assistida e estou saindo bem mesmo. Cheguei não conseguia respirar direito e hoje estou bem melhor”, comemorou Ana Cristina quando deixou o hospital de campanha.

O Centro de Combate e Referência ao Coronavírus oferece 50 leitos, destes, sete são de UTI para pacientes graves. Os leitos são individuais e estão separados por alas: amarela, laranja e vermelha para identificação dos pacientes por grau de agravamento da situação. Sendo a ala amarela para pacientes com sintomas mais leves (que precisam de internação) e, vermelho para pacientes graves que precisam da UTI.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: