Barueri

Defesa pede prisão domiciliar de dona de escola indiciada por suspeita de maus-tratos e tortura contra crianças em SP

A defesa de Fernanda Carolina Rossi Serme da Silva, uma das donas da escola infantil indiciada por tortura na capital paulista, pediu a prisão domiciliar ao o Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) do Tribunal de Justiça de SP.

De acordo com o advogado criminalista Eugênio Malavasi, a pedagoga de 37 anos tem um filho menor de idade que depende dela. Fernanda foi presa na segunda-feira (25) em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

Nesta terça-feira (26) a investigada passou por uma audiência de custódia, que determinou a manutenção da prisão preventiva. Ela está segue presa na cadeia de Itaquaquecetuba e aguarda por uma transferência.

Fonte: G1

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: