‘De beca e tudo’: cães ‘se formam’ em creche e ganham ensaio fotográfico

Uma creche para cachorros em Campo Grande fez sucesso nas redes sociais ao publicar ensaios fotográficos com os animais que se hospedam no local. Em entrevista ao g1, a proprietária Ana Clara Rosa Balbé, de 39 anos, explica que o espaço funciona “como uma escolinha de crianças mesmo”. Tanto que, o último ensaio realizado com os cachorros, teve a formatura como tema. Veja as fotos acima e no decorrer desta reportagem.

“Os pais deixam os cachorros aqui de manhã e pegam no final do dia. Em todas as datas comemorativas fazemos alguma coisa. Decoramos tudo e fazemos fotos com os cães”, revela a advogada que, há cinco anos, largou o Direito e montou o negócio para pets.

E já que se trata de uma formatura, nada mais justo que os cachorrinhos estejam vestidos a caráter.

“Mandei fazer as becas e os chapeuzinhos. Encomendei os canudos e fizemos os boletins. Quando os ‘alunos’ vão para o daycare, nós tiramos as fotos”, explica a proprietária.

Ensaio de formatura pet tem até diploma!  — Foto: Reprodução

De acordo com o Instituto Pet Brasil, em 2019, haviam 32.675 lojas focadas em pets no país. Dados do IBGE de 2013 afirmam que há 55,1 milhões de cães no país. Com tanta concorrência, mas também demanda, se diferenciar é uma boa opção.

“Considero um diferencial porque diz muito sobre a forma como trabalhamos, com relação próxima da família”, opina a entrevistada.

“E como muitas famílias preferem ter apenas filhos caninos hoje em dia, isso conta bastante”.

Em média, 25 cães são recebidos na creche de Ana Clara diariamente. O espaço funciona com diárias de R$ 60 e pacotes mensais a partir de R$ 200.

Os hospedes de uma creche para cachorros em Campo Grande ganharam um ensaio fotográfico de formatura.  — Foto: Reprodução

“Temos também hospedagem 100% livre (os cães ficam soltos o dia todo e dormem soltos, com monitoras 24 horas). Os banhos são apenas para hóspedes e alunos, não recebemos cães de fora”, explica Ana Clara.

O setor focado em animais de estimação foi um dos poucos que não retraiu com a pandemia causada pela covid-19. Em 2020, teve um crescimento estimado em 13,5 % e faturamento acima de R$ 40 bilhões, de acordo com a Pet Brasil. O mercado brasileiro já é o terceiro maior do setor, atrás apenas de Estados Unidos e China.

O ensaio de formatura teve direito a beca, diploma e petiscos caninos.  — Foto: Reprodução

“A princípio (período de pandemia) caíram as hospedagens, mas as pessoas precisavam trabalhar em casa e o movimento de creche aumentou quase 70%. Cheguei ontem dos EUA. Fui visitar um daycare também e voltei cheia de ideias para aplicar aqui. Em breve, teremos mais novidades”, comemora Ana Clara.

Fonte: G1

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: