Barueri
Servidores serão capacitados para identificar possíveis excessos de consumos em prédios e espaços públicos

Cotia se prepara para elaborar Plano de Gestão de Energia

A Prefeitura de Cotia iniciou a primeira etapa de criação do Plano Municipal de Gestão de Energia. Nesta primeira fase, servidores municipais de várias secretarias participarão do curso ‘Gestão Energética Municipal (GEM)’, chancelado pela Eletrobrás, com duração de oito meses, e serão os responsáveis pela elaboração do Plano.

O projeto está sendo viabilizado por meio de um convênio firmado entre a Prefeitura e a AES Eletropaulo, no final do ano passado e, durante o treinamento, que começa em abril, os servidores aprenderão sobre os tipos de usinas de energia elétrica, maiores consumidores de energia no setor público, tipos de lâmpadas e seus consumos, correta distribuição de luminárias nos ambientes, instalação de aparelhos de ar condicionado, entre outros. Também estão previstas visitas a prédios públicos para identificar situações que potencializam o consumo de energia, bem como as soluções para redução dos gastos.

O curso será ministrado pelo engenheiro eletricista Luiz Felipe Lacerda Pacheco que também auxiliará os servidores na elaboração do Plano Municipal de Gestão de Energia. “O Plano constará o que pode ser feito para gerar economia na conta de energia elétrica da Prefeitura. Estas propostas poderão ser apresentadas à AES Eletropaulo, Eletrobrás, BNDES para financiamento ou o próprio projeto pode se pagar com a economia que ele vai gerar”, disse Pacheco. “Tivemos experiências em algumas cidades em que economia chegou a 40%”, completou.

O prefeito Rogério Franco afirmou que, desde que assumiu a administração, diversos contratos foram revistos, o que foi possível cortar, foi cortado para a Prefeitura ter recursos para investir no que é realmente prioridade para a população. “É com gestão e otimizando os recursos públicos que temos honrado com os compromissos da Prefeitura e tido condições de investir em projetos que melhoram a qualidade de vida da população”, disse. “A possibilidade de reduzir custos com energia elétrica é algo que também nos interessa muito”, completou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: