Conteúdos digitais transformam cotidiano das escolas municipais de Osasco

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Educação e do Instituto Ciência Hoje (ICH), aprofundou nas escolas de ensino fundamental o conceito de ensino voltado ao desenvolvimento de competências, instituído pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Com o projeto, todos os alunos do 1º ao 5º ano foram beneficiados com um ambiente digital de aprendizagem contendo centenas de conteúdos temáticos da revista Ciência Hoje das Crianças Digital, todos organizados em conformidade com a BNCC.

Além disso, com o ambiente, os mais de 2 mil professores da rede municipal de ensino tiveram acesso ao curso de EAD “A BNCC e o Pensar Científico na Escola”, que ofereceu suporte prático aos docentes para estimular o trabalho com os estudantes a partir das competências gerais para a educação básica.

“As unidades educacionais, após esse projeto, deram um grande passo para a implantação efetiva da BNCC, ao preparar os nossos profissionais de educação para as mudanças práticas em sala de aula e por promover a adoção dos recursos tecnológicos como instrumentos de apoio pedagógico”, explicou o secretário de Educação, José Toste Borges.

As revistas digitais disponíveis no ambiente são compostas por artigos da revista Ciência Hoje das Crianças, publicação editada há mais de vinte e cinco anos pelo ICH e a maior referência em divulgação científica para crianças no país. São edições especiais que trazem assuntos ligados ao cotidiano dos estudantes, apresentados em uma linguagem adequada para a faixa etária que, enriquecida com fotos, desenhos e ilustrações, desperta o interesse da criança. O principal diferencial do acervo é que os artigos foram organizados em edições temáticas, a partir dos componentes curriculares da BNCC – Ciências, Matemática, Língua Portuguesa e História e Geografia.

Exemplo disso é o caso da professora Márcia Dalbello, do 1º ano da EMEF João Larizzatti, que utilizou o ambiente digital como suporte para desenvolver o projeto “Alimentação saudável: uma parceria entre a escola e família”. A ação envolveu a comunidade escolar e promoveu transformações nos hábitos das crianças e das famílias. “Acredito que para obtermos resultados significativos, é importante abrir espaço para o aluno participar da construção das atividades”, comenta.

A docente explica que conseguiu transpor esse conceito para a prática, pois o ambiente digital propiciou o desenvolvimento de um projeto flexível. “Por exemplo, no meio de uma atividade prática surgem questões do aluno, e com o ambiente temos a possibilidade de pesquisar naquele momento, na internet. Com isso, o assunto se torna muito mais significativo, porque partiu do interesse do aluno naquele contexto. Se eu deixasse para pesquisar depois na biblioteca, talvez não tivesse o mesmo significado e o mesmo efeito”, finaliza.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: