Barueri

Comitê de Blitze fecha bingo com 100 pessoas e festa clandestina na capital

O Comitê de Blitze do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo fechou na noite desta sexta-feira (9) um bingo clandestino com 100 pessoas no bairro de Santa Cecília, no centro da capital. Foram apreendidas 50 máquinas de videobingo no local. Além de não cumprir com as medidas sanitárias contra o coronavírus, o estabelecimento não possuía saídas de emergência.

Na mesma noite, a Vigilância Sanitária autuou uma festa clandestina em Guaianazes, um bar e uma lanchonete na Aclimação e uma tabacaria na Água Branca. No total, 26 estabelecimentos foram inspecionados no município de São Paulo, sendo três fechados e 16 pessoas foram presas.

Para garantir o cumprimento das determinações estabelecidas pela fase emergencial do Plano São Paulo, as ações de fiscalização têm sido intensificadas em toda capital paulista, inclusive com o reforço de policiais civis e militares no apoio às ações da vigilância sanitária, Procon e demais órgãos de fiscalização.

Na sexta-feira (9) e madrugada de sábado (10), a Polícia Militar atuou de forma preventiva na capital, litoral e interior em 31 ações de apoio à Vigilância Sanitária e 1.671 dispersões, flagrando 392 pontos de aglomeração em todo o Estado. Mais de 47,5 mil veículos foram vistoriados e 114 pessoas foram presas, sendo que 76 eram procuradas pela Justiça.

Desde o início do toque de restrição, em 26 de fevereiro, a PM realizou 5,8 mil operações em todo o Estado. No total, 4,9 mil pessoas foram presas, sendo 3,2 mil procurados pela Justiça. No período, o Procon realizou 6,6 mil fiscalizações com 405 autuações.

Comitê de Blitze

Criado no dia 12 de março, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Comitê de Blitze tem como objetivo reforçar as fiscalizações e o cumprimento das medidas restritivas da fase emergencial e evitar a propagação do coronavírus.

Integram o Comitê agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) pela Prefeitura de São Paulo. Pelo Governo do Estado, atuam profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br, do Centro de Vigilância Sanitária.

 

Fonte: Governo do Estado de SP

 

#linkbio #jornalimprensaregionalregoeste #jdoria #governodoestadodesaopaulo #NovosTempos #EstadodeRespeito #JuntosPorSãoPauloePeloBrasil #combateaocoronavirus #rodrigogarciaoficial #covid19 #secretariaestadualdesaudedesp #saudepublica #campanhasobreocoronavirus #daviduip #quarentena #FicaEmCasa #prorrogacaodaquarentena #retomadagradualdaeconomia #prefeituradesp  #usemascaras #marcovinholi #ronaldodaher #dianacionaldelutadapessoacomdeficiencia

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Guia Pro Pet

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: