Cidade inteligente e mais humana: Renascer de Barueri aproxima bolsistas do mundo da tecnologia

Mostrar um mundo de infinitas possibilidades! Essa foi a proposta ofertada aos bolsistas do Programa Renascer ao conhecerem de perto o Centro de Inovação e Tecnologia (CIT), setor da Prefeitura responsável pelo desenvolvimento tecnológico da cidade. O Renascer, criado pelo Fundo Social de Solidariedade e mantido pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), tem o objetivo de promover a reinserção social de pessoas que viveram em situação de rua.

Na visita ao CIT, realizada no dia 11 de maio, os integrantes do Renascer viram como é estruturado o sistema de desenvolvimento de sistemas e aplicativos disponíveis para a população, como o App Barueri (acesso a todos os serviços da municipalidade), o Alô Barueri (canal direto com a Ouvidoria), o App Saúde Barueri (para agendar consultas etc.), dentre outros.

Infraestrutura

Os painéis de controle que monitoram o funcionamento dos pontos de Wi-fi da cidade e toda a infraestrutura da rede de fibra óptica própria também foram apresentados aos participantes do Renascer.

“Foi muito bom conhecer os técnicos que cuidam do wi-fi da cidade. Achei muito interessante entender os sistemas e a sua infraestrutura. Fiquei encantado com o que é possível realizar através da tecnologia”, disse Reginaldo Moya, 51 anos, há dois anos beneficiado pelo programa.

Internet gratuita
João Augusto de Sousa Barbosa, 24 anos, que é bolsista do Renascer e também atua no Horta da Gente, sabe a importância da tecnologia a favor da educação e viu uma oportunidade de estudar utilizando o sinal gratuito de wi-fi disponível em diversos pontos da cidade.

“Eu descobri que tinha essa internet da Prefeitura no Boulevard, mas eu não sabia que funcionava também no Parque Municipal, achei muito legal e comecei um curso à distância, pelo celular mesmo, e ia toda semana para o Parque acessar a internet de lá pra fazer esse curso. O acesso sempre foi bom”, conta.

Programa Barueri Sem Papel

Um dos programas apresentados aos bolsistas foi o Barueri sem Papel, no qual através de uma plataforma digital o uso de papel se torna dispensável, desburocratizando os serviços, gerando economia e a preservação do meio ambiente.

“Achei muito interessante o programa Barueri Sem papel, devido a extinção de papéis, porque também trabalha a causa do meio ambiente, a economia da água e da madeira, tão essenciais para a nossa vida”, comenta Eliezer Pereira da Silva, 38 anos, que trabalha há dois no projeto do Programa Renascer, Horta da Gente.

Apoio à novas ideias

Os serviços de pré-incubação e incubação que propõem apoiar ideias inovadoras também foram apresentados aos visitantes e já receberam uma nova participante, que aproveitou a oportunidade. Nalu Albuquerque de Brito, de 60 anos, fez questão de inscrever sua ideia, que visa desenvolver um dispositivo de segurança. “Amei a possibilidade de poder registrar a minha ideia aqui. Eu creio que vai dar certo, sim! Até porque é uma forma de agregar conhecimentos”, conta.

“Qualquer ideia de projeto a gente pode cadastrar, temos uma equipe que oferece esse suporte e identifica a viabilidade das ideias. A gente apresentou os nossos robôs, que foram montados pelos nossos estagiários, apresentamos a impressora 3D e outras inovações. Essa é uma oportunidade para dar esse clique na cabeça deles e verem o que é possível realizar por meio da tecnologia. A ideia não é só trazer esse insight, mas dar o suporte e o acolhimento”, explica Erika Alves, coordenadora de Comunicação de Projetos de Inovação do CIT.

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: