Barueri

Campanha contra discriminação marca Dia Internacional da Mulher Negra

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, comemorado em 25 de julho, será lançada nesta sexta-feira (23) a Campanha “Diga não ao racismo, diga não ao sexismo!”. Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos (STM) e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) se unem em ações para divulgar essa data, marco internacional para enfrentar discriminações de raça e gênero.

“Desigualdade se combate diariamente. Mas ter datas como essa ainda é necessário para fortalecer a causa no combate ao racismo e na luta por igualdade de condições também entre gêneros. Sabemos que são as mulheres negras as que mais sofrem na sociedade com violência e preconceito”, diz o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Aqui no Brasil, o dia 25 é também Dia de Tereza de Benguela, que liderou um quilombo e resistiu às investidas do Estado e da elite escravocrata durante duas décadas no século XVIII. “Essa é uma data importantíssima para reforçar em nossa cidade o legado que as mulheres negras deixaram, história de luta contra a violência e pela emancipação da população negra enquanto cidadãos de direitos, uma luta que deve ser abraçada por todos nós”, afirma a secretária executiva adjunta de Promoção da Igualdade Racial da SMDHC, Elisa Lucas Rodrigues.

“Diga não ao racismo, diga não ao sexismo!” – O racismo e o sexismo são muitas vezes naturalizados e banalizados na nossa sociedade e impactam profundamente a vida social e econômica, não só das mulheres negras, mas de toda a sociedade.

Racismo é a crença da superioridade de uma raça ou de uma etnia sobre as demais, o que daria o direito de exercer o poder na sociedade e dominar os representantes dos outros grupos. Racismo é crime. Somos todos iguais. Diga não ao racismo.

Sexismo é a crença na superioridade de um dos sexos em relação ao outro. Essa crença é usada para que representantes de um dos sexos exerça o poder sobre as pessoas do outro sexo. Isso é discriminação. Somos todos iguais. Diga não ao sexismo.

Painel para fotografar e postar – Tereza de Benguela até hoje é exemplo de resistência para mulheres negras e para todos aqueles que lutam por uma sociedade mais justa. Por isso, as concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade instalaram em duas estações um grande painel com a imagem dessa mulher que é ícone nacional. A instalação faz um convite aos passageiros para registrarem sua imagem ao lado de Tereza de Benguela e compartilhar a mensagem “Diga não ao racismo, diga não ao sexismo!”

O painel traz também imagens de mulheres que, na atualidade, seguem o exemplo de Tereza de Benguela e trabalham por igualdade. São personalidades ligadas ao Fórum Municipal de Mulheres Negras e também a outras organizações que ajudam a desenhar políticas públicas voltadas para os negros e a criar um futuro melhor para toda a sociedade. Elas foram fotografadas em pontos conhecidos na região central de São Paulo para uma exposição que pode ser apreciada física e virtualmente (veja mais abaixo). Um QR Code no painel direciona o passageiro para a exposição virtual.

No dia do lançamento da campanha (23), haverá distribuição de chocolates nas estações São Paulo-Morumbi e Largo Treze, das 10h às 16h.

Escadaria – A campanha contra o racismo e o sexismo estará estampada também em escadas das estações Luz e Adolfo Pinheiro, que tiveram os degraus adesivados. Mais um convite para que os passageiros usem o cenário para fotos e aproveitem para espalhar essa mensagem. As escadas ficarão com a decoração até 19 agosto.

Exposição – A exposição fotográfica “Mulheres Negras, Conquistas e Perspectivas” pode ser visitada virtualmente por qualquer pessoa sem sair de casa, acessando a Linha da Cultura do Metrô na internet. A exposição traz imagens de 17 mulheres que se dedicam a mudar o cenário de discriminação e lutam por mais representatividade da mulher negra na sociedade e no mercado de trabalho, ajudando inclusive a formular políticas públicas por meio do Fórum Municipal de Mulheres Negras e outras organizações. Em parceria da Coordenação de Promoção da Igualdade Racial da SMDHC com a Secretaria Municipal da Cultura, a exposição também está fisicamente nos shoppings Top Center, Light e Mais Santo Amaro.

Bandeira – A imagem de Tereza de Benguela em uma bandeira será exibida nas estações AACD-Servidor, Paulista e no vão central da Estação Sé do Metrô.

Vídeos – Mais de 2 mil monitores de trens e estações da ViaQuatro (Linha 4-Amarela), ViaMobilidade (Linha 5-Lilás) Metrô, CPTM e do VLT da EMTU na Baixada Santista vão reproduzir um vídeo em homenagem à data. Além disso, a STM e as empresas vão compartilhar posts nas redes sociais.

Serviço:

Painel para tirar fotos e postar – Estações São Paulo Morumbi (Linha 4-Amarela) e Largo Treze (Linha 5-Lilás) até 30 de julho.

Bandeiras – Estações São Paulo-Morumbi (Linha 4-Amarela) e AACD-Servidor (Linha 5-Lilás) até 18 de agosto.
Estação Sé das Linhas 1-Azul e 3-Vermelha até 5 de agosto.

Escadas adesivadas – Estações Luz (Linha 4-Amarela) e Adolfo Pinheiro (Linha 5-Lilás) até 18 de agosto.

Distribuição de chocolates – 23 de julho, das 10h às 16h, nas estações São Paulo-Morumbi (Linha 4-Amarela) e Largo Treze (Linha 5-Lilás)

Exposição Fotográfica – “Mulheres Negras, Conquistas e Perspectivas”

Física: Shoppings Top Center, Light e Mais Santo Amaro

Data: 25 de julho a 5 de agosto.

 

Secretaria dos Transportes Metropolitanos

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: