Barueri

Avenida Paulista terá dois pontos de vacinação contra Covid no 2° domingo de reabertura para pedestres em SP; veja locais

A Prefeitura de São Paulo anunciou que a Avenida Paulista terá dois pontos de vacinação contra Covid-19 neste domingo (25)segundo dia de reabertura para pedestres após um ano e quatro meses fechada em razão da pandemia.

O horário de funcionamento dos locais de imunização será das 8h às 12h, assim como a área de lazer. Poderão ser vacinadas pessoas com 30 anos ou mais, além daquelas que já estão aptas a receber a segunda dose.

Pontos de vacinação na Av. Paulista

  • Avenida Paulista, 266, próximo ao Hospital Santa Catarina
  • Avenida Paulista, 2371, próximo à entrada do Túnel José Roberto Fanganiello Melhem

A Avenida Paulista reabriu para os pedestres no último domingo (18), dentro do programa “Ruas Abertas”, que estava suspenso desde março de 2020 para evitar aglomerações por causa da pandemia de coronavírus.

Muitas pessoas foram flagradas aglomeradas e sem máscara, mas, apesar disso, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (PSDB) acredita que a reabertura foi positiva. Tanto que o local será liberado para o público da mesma forma neste domingo (25).

Os carros ficarão proibidos de circular no local entre 8h e 12h. Antes da pandemia, a avenida ficava aberta para o lazer das 10h às 18h aos domingos e feriados.

“Monitoramos as imagens com drones da Policia Militar e da Guarda Civil Municipal (GCM). O resultado foi positivo porque foi um horário que não tem muita aglomeração, as pessoas ficaram dispersadas. Lembrando que a Paulista é um local aberto”, disse o prefeito.

Eventos teste

O governo do estado de São Paulo definiu um calendário com 30 eventos-teste para retomada da economia até novembro deste ano. O primeiro deles será a Expo Retomada, no Centro de Convenções, em Santos, no litoral. Nesta quarta (21) e nesta quinta (22), devem passar pelo local cerca de 1.500 pessoas para discutir a gestão de eventos no pós-pandemia.

Em agosto, o Memorial da América Latina, na Zona Oeste da capital, receberá a Feira da Economia Criativa. Entre outubro e novembro estão agendados quatro shows no Allianz Parque. De 28 de outubro a 2 de novembro, está prevista a Campus Party, no Anhembi, e, em 7 de novembro, o GP da Fórmula 1 no Autódromo de Interlagos.

Calendário de eventos-teste — Foto: Reprodução/ SP2

Os eventos, segundo o governo, seguirão normas sanitárias rígidas, como exigência de vacinação e testagem dos participantes, capacidade reduzida, uso obrigatório de máscara e álcool em gel.

A ‘Expo Retomada’ está programada para acontecer, das 11h às 17h, no Santos Convention Center. A edição espera receber 750 visitantes por dia, 1.500 no total, com testagem obrigatória, além dos demais protocolos de segurança contra a Covid-19.

Para infectologistas, eventos ao ar livre são os mais indicados para iniciar o relaxamento nas restrições contra a Covid-19. Sempre com o uso de máscaras, respeitando o distanciamento social.

Já eventos fechados, com um público maior, exigem cautela. “Hoje a situação epidemiológica que estamos não permite nenhum tipo de evento, de aglomerações, com um número grande de público. Primeiro porque temos um número de completamente vacinados baixos, estamos registrando elevação de casos diariamente e estamos na eminência da entrada de uma variante que não conhecemos bem”, informa o infectologista Renato Kfouri.

Sobre os eventos-testes, a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, informou que todas as pessoas que participarem serão monitoradas pelo governo. “A vigilância será feita por mensagem de texto e acompanhamento telefônico. Também teremos monitoramento dentro dos aplicativos de compra dos ingressos para os eventos.”

Calendário atualizado de vacinação na capital:

  • Sexta-feira (23): 30 anos.
  • Sábado (24): Repescagem para quem tem de 30 a 34 anos e 2ª dose para todos os grupos.
  • Segunda-feira (26): 2ª dose de Pfizer para 652 grávidas em casa que tomaram AstraZeneca e repescagem para 30 anos ou mais.
  • Terça (27) e quarta-feira (28): 29 anos.
  • Quinta (29) e sexta-feira (30): 28 anos.
  • (Datas das outras faixas etárias ainda não foram divulgadas pela prefeitura)

Toda a rede estará em operação para a vacinação nesta sexta: 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs); megapostos com acesso a pedestres, postos que funcionam exclusivamente em sistema drive-thru e a rede de farmácias parceiras. A vacina também está disponível nas AMAs/UBSs Integradas, unidades do Serviço de Atenção Especializada (SAE) e nos Centros de Saúde.

Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos de vacinação contra Covid-19 que estão em funcionamento na cidade.

Veja os grupos prioritários que já podem se vacinar na Cidade de SP

  • Pessoas com comorbidades com mais de 18 anos
  • Pessoas sem comorbidades com mais de 30 anos
  • Pessoas com deficiência permanente, beneficiários do BPC, com mais de 18 anos
  • Pessoas com deficiência permanente (não beneficiários do BPC) acima de 18 anos
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto), acima de 18 anos, sem comorbidades
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades (acima de 18 anos)
  • Aeroportuários do Aeroporto de Congonhas – funcionários do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo
  • Aeronautas – funcionários das companhias aéreas nacionais
  • Profissionais de Saúde com mais de 18 anos
  • Estudantes em Saúde cursando o último ano de formação
  • Estudantes de área técnica em saúde, cursando o último ano e em estágio
  • Trabalhadores de transporte coletivo (motoristas e cobradores)
  • Metroviários e ferroviários (área de segurança, manutenção, limpeza e agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais, além de operadores de trem de todas as idades)
  • Pessoas com Síndrome de Down com mais de 18 anos
  • Pacientes em Terapia Renal Substitutiva com mais de 18 anos
  • Pessoas transplantadas imunossuprimidas com mais de 18 anos
  • Profissionais da Educação com mais de 18 anos
  • Pessoas em situação de Rua Cadastradas nos Centros de Acolhida
  • Trabalhadores de cemitérios públicos e privados do município de São Paulo
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMADS
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMDHC
  • Pessoas em situação de rua com mais de 18 anos
  • População indígena vivendo em terras indígenas com mais de 18 anos
  • Pessoas com 18 anos ou mais com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas)

 

Fonte: G1

 

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: