Outubro Rosa - Barueri

Agentes Comunitários de barueri são os expoentes da prevenção e da promoção da Saúde

Acolhimento, cuidado e prevenção. Esses são três elementos indispensáveis no dia a dia dos Agentes Comunitários de Saúde da Prefeitura de Barueri. São esses agentes que estão em contato direto com os moradores levando orientação e atendimento em saúde, principalmente a crianças, gestantes, idosos e pessoas com enfermidades permanentes.

No total, são 49 profissionais entre Agentes de Vigilância em Saúde, Agentes Comunitários e Saúde e Agentes de Combate e Controle de Endemias que têm como base as 18 UBS (Unidades Básicas de Saúde) da cidade.

“A atuação desses profissionais se dá dentro e fora da unidade, por meio de visitas domiciliares, contatos telefônicos, encaminhamento de aerogramas (correspondências) e outros meios de comunicação com o usuário”, explica Elaine de Fátima Fonseca, da diretoria técnica de Enfermagem da Secretaria de Saúde.

Elaine destaca que há um acompanhamento mais pontual dos moradores que estão em condições que requerem maior vigilância, como menores de um ano de idade, gestantes, usuários do programa Bolsa Família (em situação de vulnerabilidade social), com doenças de notificação compulsória (como sarampo, aids, acidente de trabalho, rubéola etc.), programas voltados à saúde da mulher, entre outros.

Trabalho na pandemia

As ações de monitoramento e outras voltadas à prevenção da saúde da população têm nos Agentes de Saúde seus principais difusores.  “A partir da experiência vivenciada, nos dois últimos anos, a gente observa o importante papel desses profissionais frente à pandemia de Covid-19, fortalecendo assim o trabalho da equipe multidisciplinar, bem como o controle e combate da infecção pelo novo coronavírus”, afirmou Elaine.

Foi justamente no início da pandemia que a Secretaria de Saúde contratou 24 Agentes de Controle de Endemias, já que o trabalho das equipes aumentou muito durante o período.

Há 11 anos na UBS Dr. Adauto Ribeiro, no Parque dos Camargos, a agente de saúde Terezinha Freitas de Almeida de Freitas tem uma rotina agitada. Além das visitas às famílias, conforme a necessidade e urgência, é ela que faz o recadastramento dos integrantes da região do Bolsa Família, junto com outro funcionário. A cada seis meses o cadastro precisa ser atualizado. São 786 famílias na região.

“O que mais me dá satisfação é o acolhimento e o reconhecimento da população diante do nosso trabalho”, afirma Terezinha.

Siga nas redes:
Instagram: jornalimprensaregionalregoeste
Site: jimprensaregional.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/pg/jimprensaregional

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Os campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: